altos e baixos da retoma

Existem dados positivos na economia, mas a estrada para a recuperação será acidentada, como mostrou o resultado de maio do comércio. É importante estar preparado para essas variações nos resultados da economia porque elas vão se repetir.

Há dados positivos nessa caminhada. A produção industrial não cai há três meses. A confiança está crescendo. O comércio exterior está com um saldo de US$ 25 bilhões no ano até agora, mas que todo o superávit do ano anterior. Algumas casas, como a MB Associados e o Santander, estimam que no ano que vem o PIB vai crescer 2%.

A recuperação da economia deve começar no terceiro ou no quarto trimestre do ano. Até lá, é preciso se preparar para não se abalar com os dados ruins nem se empolgar demais com os números positivos. A rota da recuperação tem altos e baixos, mas é melhor que a queda constante que aconteceu em 2015 e está sendo em 2016.

Fonte: www.blogs.oglobo.globo.com / por Míriam Leitão

 

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin